E de repente: “Bob Dylan”

CD A internet facilita em muito a nossa vida cotidiana. Seja em comunicação, procurando por noticias, trocando mensagens e imagens ou pesquisando por músicas.

Nesta semana fiz uma compra de alguns CDs antigos, daqueles que reúnem os grandes sucessos dos artistas, e um desses CDs foi de Bob Dylan (The Colection).

Já em casa, fui catar alguns vídeos de músicas de Bob no YouTube e tive a grata surpresa de encontrar Zé Ramalho interpretando os sucessos desse grande compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano.

Pesquisei mais, agora no Wikipédia, e encontrei as informações sobre o álbum de Zé Ramalho:

  • Zé Ramalho Canta Bob Dylan – Tá Tudo Mudando” é um álbum do cantor brasileiro Zé Ramalho, lançado em 2008, possuindo versões de canções de Bob Dylan. A maioria das canções foi reescrita em português.
  • O álbum foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Rock Brasileiro de 2009, mas acabou perdendo.
  • Antes da gravação, todas as versões foram levadas aos Estados Unidos pelo presidente da Sony Songs, para a apreciação de Bob e seus assessores. O cantor aprovou todas elas “com louvor”.
  • Todas as canções são cantadas em português, exceto “If Not for You“.

A música que vamos curtir hoje é “Como Uma Pedra A Rolar”, versão de “Like A Rolling Stone”, feita pelo próprio Zé Ramalho. A canção, original, foi escolhida pela revista Rolling Stone como uma das melhores de todos os tempos.

Para quem não sabe, Bob Dylan (nome artístico de Robert Allen Zimmerman) é o “Zimmerman” citado por John Lennon na canção “God”:

  • “… I don’t believe in Elvis / I don’t believe in Zimmerman / I don’t believe in Beatles / I just believe in me / Yoko and me / And that’s reality …”

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

Um medley com Ordinarius

Ordinarius O post de hoje é devido a uma postagem de minha irmã no Facebook.

Trata-se de um vídeo do grupo Ordinarius.

Já postei anteriormente um outro vídeo deste grupo e, indiscutivelmente, eles são de arrepiar. Muito bom mesmo, como diria uma amiga mineira.

No vídeo eles interpretam um medley das músicas “Balada do Louco” e “Bicho de Sete Cabeças”.

Balada do Louco“, de Arnaldo Baptista e Rita Lee, foi o grande sucesso do álbum Mutantes e Seus Cometas no País dos Baurets, do grupo Os Mutantes, lançado em 1972 e um dos maiores da carreira do grupo. Já “Bicho de Sete Cabeças” é uma obra prima da MPB, composta por Geraldo Azevedo e Zé Ramalho.

O medley ficou sensacional. Vejam e confiram.

A formação do sexteto Ordinarius neste vídeo é: Augusto Ordine; Andre Miranda; Fernanda Gabriela; Gustavo Campos; Luiza Sales; e Maira Martins.

The Point Carioca - Blog

E o gado segue seu destino

Ze Ramalho José Ramalho Neto (Brejo do Cruz, 3 de outubro de 1949), mais conhecido como Zé Ramalho, é um cantor e compositor brasileiro. É primo da cantora Elba Ramalho.

Suas influências musicais são uma mistura de elementos da cultura nordestina (cantadores, repentistas e rabequeiros), da Jovem Guarda (Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Golden Boys e Renato e seus Blue Caps), a sonoridade dos The Beatles e a rebeldia de The Rolling Stones, Pink Floyd, Raul Seixas e, principalmente, Bob Dylan. Há elementos da mitologia grega e de histórias em quadrinhos em suas músicas.

Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou Zé Ramalho na 41ª posição.

“Admirável Gado Novo” é uma música conhecida pela voz do cantor brasileiro Zé Ramalho, que cita, de forma subjetiva, várias idéias contidas nos livros Admirável Mundo Novo, a obra mais famosa do escritor britânico Aldous Huxley, e 1984, de George Orwell. O gado referente na canção é o povo brasileiro, que apesar de manipulado facilmente por políticos e pela mídia, nunca perde a alegria de viver.

Em 1996, a música fez parte da trilha sonora da novela O rei do gado, como tema do núcleo dos Sem-Terra.

Em 1997, esta música foi regravada pela cantora Cássia Eller, e está presente no álbum Música Urbana.

Infelizmente, a música de Zé Ramalho, feita em 1979, ainda mostra a triste realidade brasileira.

The Point Carioca

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

Apóiem o Blog visitando os sites de nossos anunciantes.

Letra da Música:

Fontes:

Admirável Gado Novo

Zé RamalhoAdmirável Gado Novo”, composta em 1979 por Zé Ramalho, foi a música que que consolidou definitivamente o nome desse cantor e compositor junto ao público.

José Ramalho Neto, (Brejo do Cruz, 3 de outubro de 1949), mais conhecido como Zé Ramalho.

Suas influências musicais são uma mistura de elementos da cultura nordestina (cantadores, repentistas e rabequeiros), da Jovem Guarda, a sonoridade dos Beatles e a rebeldia de The Rolling Stones, Pink Floyd, Raul Seixas e, principalmente, Bob Dylan. Há elementos da mitologia grega e de histórias em quadrinhos em suas músicas.

A música, apesar de seus mais de 30 anos, continua sendo lembrada por muitos brasileiros, especialmente em época de eleições.

O vídeo abaixo faz parte do DVD – Zé Ramalho Ao Vivo:

The Point Carioca

Assinem nosso Blog.

Letra da Música:

 

Fontes:

Vida de Gado

Nesse 20 de setembro de 2011, marcado pelo evento “Todos Juntos Contra a Corrupção”, na Cinelândia – Rio de Janeiro, iniciado na internet através das redes sociais, vale a pena relembrar e refletir um pouco sobre a música de Zé Ramalho.

Ze RamalhoZé Ramalho, primo de Elba Ramalho, que foi casado com Amelinha (essa nossa MPB é verdadeiramente uma grande família), compôs e gravou, em 1979, “Admirável Gado Novo” e cita nessa música, de forma subjetiva, várias ideias contidas no livro Admirável Mundo Novo, a obra mais famosa do escritor britânico Aldous Huxley.

Infelizmente, passados mais de trinta anos, a música parece ainda retratar a situação atual de nosso país..

Vejam o vídeo abaixo, parte do DVD “Zé Ramalho – Ao Vivo” a interpretação da música.

Zé Ramalho também é sucesso no The Point Carioca.

Para ver a letra da música, clique, aqui.

Fontes:

  • Wikipédia
  • YouTube
  • Letras.terra.com.br
  • Dicionário Cravo Albin da MPB

Caricatura:

  • Estacinho