Siri recheado e o cacete

Siri Esse post vai para os amantes dos frutos do mar.

O carioca, em geral, adora um bom prato de camarão, polvo, lula, mas não rejeita uma casquinha de siri ou, acompanhado de um chopp gelado, uma porção de pasteizinhos de siri.

O prato é tão desejado e saboreado pelos cariocas que virou moda e alavancou a expansão do botequim que o criou em uma rede de restaurantes.

E, como sugestão para acompanhar uma boa casquinha ou uns pasteizinhos de siri, vamos postar esse vídeo em que João Bosco interpreta o samba que compôs junto com Aldir Blanco (essa dupla só tem sucessos).

Siri Recheado e o Cacete”.

The Point Carioca - Blog

Gostou do Post, Clique em CURTIR.

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

APÓIEM O BLOG VISITANDO OS SITES DE NOSSOS ANUNCIANTES.

O Pai do groove brasileiro

Aproveitando uma dica de nossa amiga Evelyne Bakker, no Facebook, preparamos esse nosso post de hoje.

Luizao Maia Trata-se do grande Baixista Luizão Maia.

Muitas vezes o grande público aprecia apenas o cantor, esquecendo-se dos demais músicos que contribuem para o brilho da interpretação.

Luiz de Oliveira da Costa Maia, conhecido como Luizão Maia (Rio de Janeiro, 3 de abril de 1949 – Tóquio, 28 de janeiro de 2005), foi um contrabaixista e compositor brasileiro. É pai do baixista Zé Luís Maia e tio do também baixista Arthur Maia. Fez parte do conjunto A Brazuca, com o qual se apresentou em shows e festivais de música. Também acompanhou Elis Regina, com a qual tocou durante 13 anos.

Destacou-se, no Brasil e no exterior, como ícone do samba no baixo elétrico, caracterizando-se pela criação de linhas de baixo próximas da percussão, com enorme riqueza rítmica.

Ao longo de sua carreira acompanhou, em shows e gravações, vários artistas, como Tom Jobim, Elizeth Cardoso, Cartola, Elis Regina, Clara Nunes, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Nara Leão, Nélson Cavaquinho, Roberto Ribeiro, João Nogueira, Beth Carvalho, Alcione, Maria Creuza, Antônio Carlos e Jocafi, Emílio Santiago, Simone, Gal Costa, Maria Bethânia, Nana Caymmi, Quarteto em Cy, Luiz Bonfá, João Bosco, Djavan, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Marcos Valle, Chico Buarque, Toquinho, Oscar Castro Neves, Rosa Passos, Lee Ritenour, Toots Thielemans, George Benson, Wayne Shorter, Lisa Ono e Janis Joplin, entre outros, em um total de mais de mil gravações realizadas.

Em uma matéria no site Music Tube (clique aqui para ver o site) diz que Luizão é considerado pela comunidade das quatro cordas como o Pai do samba-jazz brasileiro por suas contribuições técnicas nos grooves deste estilo. Na mesma matéria, em uma entrevista ele fala :

Quais são suas influências musicais?

Todos os baixistas. Eu gosto mesmo é do Bebeto do Tamba Trio, ficava emocionado com ele…

Quem você poderia citar, hoje em dia no Brasil, como seguidor ou discípulo mais próximo da sua maneira de tocar?

Meu filho Zé Luiz e o meu sobrinho Arthurzinho (Maia)…

Quem você poderia creditar como sendo sua influência no passado?

Qualquer baixista que eu gostasse de ouvir já me influenciava, mas quem tocava muito naquela época eram o Tião Marinho, o Bebeto do Tamba trio e o Sérgio Barroso.

 

Luizão Maia faleceu no dia 28 de Janeiro de 2005, no Japão. Nesse mesmo ano, seu sobrinho, o também baixista Arthur Maia, fez show em sua homenagem no Mistura Fina (RJ), com a participação da cantora Leny Andrade.

Relembrem, agora, César Camargo Mariano em um reencontro de seus velhos parceiros da banda de Elis Regina. O Baixista Luizão Maia, e o Baterista Paulo Braga, um reencontro histórico! A canção: “Bala com Bala” de Aldir Blanc e João Bosco.

The Point Carioca - Blog

Gostou do Post, Clique em CURTIR.

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

APÓIEM O BLOG VISITANDO OS SITES DE NOSSOS ANUNCIANTES.

SOS ao Brasil

Aldir Blanc e Mauricio TapajosAinda curtindo a triste derrota da Seleção Brasileira, vamos lembrar esse grande sucesso de Aldir Blanc e Mauricio Tapajós, que ficou eternizado na voz da saudosa Elis Regina.

Que a derrota no futebol possa dar inicio aos investimentos onde, realmente, são necessários.

O verdadeiro “legado” que a nação espera é uma boa educação, saúde, segurança e qualidade de vida.

Com vocês, Aldir Blanc e Mauricio Tapajós, “Querelas do Brasil” :

The Point Carioca

Assinem nosso Blog.

Letra da Música:

Fontes:

Carnaval. Quem se lembra dos Ranchos ?

Joao Bosco - Galos de BrigaO Carnaval do Rio de Janeiro está atualmente no Guinness Book como o maior Carnaval do mundo.

Além dos atuais e famosos desfiles das Escolas de Samba, antigamente tínhamos os dos “Ranchos” e das “Sociedades Carnavalescas”, além dos Blocos de Sujos, de Enredo e outros.

Eram outros tempos, a festa do Carnaval não era tão “comercial”.

O desfile de um Rancho Carnavalesco pode ser descrito como um cortejo, com a presença de um Rei e uma Rainha, ao som de uma marcha-rancho, acompanhado por instrumentos de sopro e corda, ritmo mais pausado que o samba. Não eram usados instrumentos de percussão. Havia os mestres, um de Harmonia, um de Canto e um de Sala, responsável pela coreografia.

O Rancho da Goiabada” é uma marcha-rancho composta por Aldir Blanc e João Bosco em 1976 (incluída do álbum Galos de Briga – de João Bosco) que fala sobre a triste realidade dos boias-frias brasileiros.

The Point Carioca

Assinem nosso Blog.

Letra da Música:

Fontes:

O samba "Plataforma"

Joao Bosco e Aldir BlancMais um grande sucesso de João Bosco e Aldir Blanc.

João Bosco de Freitas Mucci, mais conhecido como João Bosco, (Ponte Nova, 13 de julho de 1946) é um cantor, violonista e compositor brasileiro.

Aldir Blanc Mendes (Rio de Janeiro, 2 de setembro de 1946) é um compositor e escritor brasileiro.

No vídeo abaixo você vai curtir João Bosco, interpretando “Plataforma“.

The Point Carioca

Assinem nosso Blog.

Letra da Música:

Fontes: