Mais uma da Jovem Guarda, na voz de Luiza Possi

Sergio Reis - 1967 A canção deu título ao álbum de Sérgio Reis, do ano de 1967, que na época integrava o grupo da Jovem Guarda.

Coração de Papel”, um pop-romântico, que levou o autor e intérprete a um enorme sucesso. E ainda é cantado nos dias de hoje.

Depois, na década de 70, com o fim da Jovem Guarda, Sérgio Reis se tornou um dos grandes nomes da música sertaneja.

Mas, entre tantas interpretações e gravações de diversos cantores, hoje vamos curtir Luiza Possi em um vídeo que faz parte do DVD-CD “Um Barzinho, Um Violão – Jovem Guarda”, lançado em 2005.

Vamos curtir:

A canção também fez parte da trilha sonora da novela Escrito nas Estrelas, produzida e exibida pela Rede Globo em 2010, na voz do cantor Zé Renato.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

Por Rita e Roberto

Rita Lee - Saúde Essa música foi lançada no álbum de Rita Lee, em 1981, chamado “Saúde”.

Todas as músicas do disco foram compostas por Rita Lee e Roberto de Carvalho, com exceção de “Mother Nature“, adaptação de Roberto de Carvalho para uma composição antiga de Rita Lee (“Mamãe Natureza”).

O álbum foi lançado no formato de LP e, além de Rita e Roberto, contou com diversos instrumentistas de sucesso, entre eles: Lincoln Olivetti (teclados); Leo Gandelman (saxofone); Serginho do Trombone (trombone); e Márcio Montarroyos (trompete).

A canção do post de hoje se chama “Banho de Espuma” surgiu no auge de lançamento das banheiras de hidromassagem, muito comuns nos motéis da época, onde casais se amavam em relaxantes banhos de espuma.

Vamos curtir e relembrar…

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

Tom e Vinicius em um dueto franco-brasileiro

Henri Salvador e Gilberto Gil Mais uma vez vamos postar uma interpretação de Gilberto Gil acompanhando um cantor estrangeiro.

Dessa vez, o sucesso de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, “Eu Sei Que Vou Te Amar”, de 1959, que ganhou a versão francesa com o título de “Tu Sais Je Vais T’Aimer”, é interpretado por Henri Salvador (cantor, compositor e guitarrista francês de jazz, já falecido) e Gilberto Gil.

A canção apresentada no vídeo, faz parte do álbum de Henri Salvador, de 2008, chamado “Révérence”.

Vamos curtir:

Em 2014 a canção de Tom e Vinícius entrou na trilha sonora da telenovela Em Família da Rede Globo interpretada por Ana Carolina.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

Tropicalista italiano?

Gil e Chiara Recebi o vídeo que estou postando hoje de uma Amiga no WhatsApp.

A música, de imediato, me fez lembrar os idos de 60, em que as canções românticas italianas imperavam nas rádios nacionais.

O sucesso italiano também alcançava o cinema, e isso alimentava o gosto pelas belas canções.

Vários cantores e cantoras ganharam fama nessa década, entre eles: Pepino Di Capri, Pino Donaggio, Rita Pavone, Ornella Vanoni, e outras.

Bem, voltando ao vídeo de hoje, percebemos uma curiosidade no dueto que interpreta a música: a cantora italiana, Chiara Civello, nasceu 10 anos após o lançamento da canção e o cantor brasileiro, Gilberto Gil, era do movimento tropicalista, nada tendo em comum com o pop-romântico.

A música chama-se “Io che non vivo senza te”, lançada por Pino Donaggio no Festival de Sanremo de 1965. O mesmo Festival que, em 1968, teve como vencedora a canção “Canzone Per Te”, de Roberto Carlos e Sergio Endrigo.

Vale a pena curtir e compartilhar.

Quanta saudade dos Festivais daquela época.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

E quem não curte um brega?

Sidney Magal Todo mundo já torceu o nariz para alguns desses sucessos. Mas, o que muitos não querem assumir é que, na verdade, apreciam e curtem uma bom “brega”.

Aliás, o termo “brega” utilizado nas músicas iniciou na década de 70, e se firmou na 80, elegendo Reginaldo Rossi como “o Rei do Brega”. Até os rocks de Elvis Presley, Paul Anka e outros, foram considerados “brega” por alguns “intelectuais” da crítica musical.

Mas, desde a década de 70 vários artistas trilharam por essa vertente da MPB, entre eles Sidney Magal, que emplacou diversos sucessos, criando um estilo próprio de interpretação.

O cantor, que nos dias atuais assumiu o cabelo grisalho, continua fazendo grande sucesso por todos os lugares em que se apresenta.

Enfim, hoje vamos relembrar alguns desses sucessos, com Magal interpretando um Pout-Pourri de suas canções.

Espero que gostem.

Eu gostei. E você ? Deixe um comentário.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.