O Trio que levou o frevo para a Bahia

Trio Trio Elétrico é o nome pelo qual, no Brasil, é chamado o caminhão adaptado com aparelhos de sonorização para a apresentação de música ao vivo, através de alto-falantes, em que são executados samba, frevos e outros ritmos. É um dos maiores fenômenos de massa do Brasil que teve sua origem em Salvador, no ano de 1950.

Dodô e Osmar foram os inventores do trio elétrico do carnaval baiano.

Antônio Adolfo Nascimento – Dodô – e seu amigo Osmar Álvares Macêdo adaptam uma “forbica” (um Ford 1929) ligando à bateria do automóvel um violão e um protótipo de guitarra e saíram pelas ruas executando o ritmo recifense, com enorme sucesso. Estava, assim, instituída a dupla elétrica Dodô e Osmar. Depois, incluíram mais um membro, Temístocles Aragão, formando assim o trio elétrico, em 1951. No ano de 1974, Armando da Costa Macêdo, conhecido como Armandinho,  filho de Osmar, juntou-se a seu pai e outros músicos para formar a banda Trio Elétrico Armandinho, Dodô & Osmar, lançando diversos discos carnavalescos ao longo da década de 80.

Moraes Moreira também se apresentava com essa nova banda e é com eles que vamos curtir esse belo frevo.

Para vocês curtirem: “Vassourinha Elétrica”, de Moraes Moreira, uma justa homenagem ao frevo “Vassourinhas”, composição de Matias da Rocha e Joana Batista Ramos, no ano de 1909. Considerada, até os dias de hoje, a música mais tocada nos carnavais das cidades do Recife e de Olinda.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

A Menina Dança

Marisa Monte Faixa do álbum duplo Barulhinho Bom – Uma Viagem Músical, da cantora Marisa Monte, lançado em 1996. Com 2 CDs, um gravado ao vivo e outro em estúdio.

O CD ao vivo foi gravado no Teatro Guararapes, em Recife, Pernambuco, entre 13 e 14 de outubro de 1995 e no Teatro Carlos Gomes, Rio de Janeiro, em 28 de março de 1996. O CD em estúdio foi gravado no Rio de Janeiro, em junho de 1996, e em Nova Iorque, em julho do mesmo ano.

A capa traz um desenho do artista pornô Carlos Zéfiro, que ilustrava as famosas “revistinhas” de antigamente. Nos Estados Unidos, onde o álbum também foi lançado, a capa foi censurada. Colocaram um tarja preta sobre os seios do desenho.

Mas, vamos curtir esse famoso sucesso, composição de Moraes Moreira e Luiz Galvão, “A Menina Dança”, na voz de Marisa Monte, acompanhada pelo grupo Novos Baianos.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

O Pombo-Correio de hoje

Moraes Moreira O pombo-correio é uma variedade domesticada do pombo-comum ou pombo-das-rochas (Columba livia). Foi escolhido porque, como todo pombo retorna geralmente a seu próprio ninho e a sua própria mãe, era relativamente fácil produzir seletivamente os pássaros que encontravam repetidamente o caminho de volta em longas distâncias. Essa espécie foi muito usada durante a Segunda Guerra Mundial para o envio de mensagens e documentos. Os pombos-correios foram usados para carregar mensagens escritas em papel claro fino (tal como o papel de cigarro) em um tubo pequeno unido a um pé; por isso o nome de pombo-correio. Atualmente são utilizados para fins desportivos (columbódromos e campeonatos), concursos e exposições, e até pouco tempo atrás, o pombo-correio era utilizado pelo Exército Russo.

Nos dias de hoje, a troca de pequenas mensagens se da através das redes sociais, entre elas o TWITTER, rede que teve como nome inicial Twttr (sem vogais), em inglês significa gorjear. Seu logo é um pássaro, um pombo azul.

Encontramos no YouTube um vídeo com a bela música de Moraes Moreira, “Pombo-Correio”, com imagens dos diversos pombos do TWITTER. Um gostoso frevo.

The Point Carioca

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

Apóiem o Blog visitando os sites de nossos anunciantes.

Letra da Música:

Fontes:

O Brasil descendo a ladeira

Moraes Moreira Não estamos falando sobre a economia brasileira, apenas relembrando uma bela canção de Moraes Moreira.

“Lá vem o Brasil descendo a ladeira”, composição de 1979, em parceria com Pepeu Gomes, lançada no álbum de mesmo nome.

Moraes conta no vídeo abaixo que a inspiração da música veio de uma frase de João Gilberto, quando estavam juntos de madrugada, perto de um morro na Cidade do Rio de Janeiro.

Um samba de qualidade, como sempre encontramos nas composições de Moraes Moreira.

Antônio Carlos Moreira Pires, (Ituaçu, 8 de julho de 1947), mais conhecido como Moraes Moreira, é um cantor, compositor e músico brasileiro, ex-integrante do grupo Novos Baianos e que hoje segue carreira solo.

The Point Carioca

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

Apóiem o Blog visitando os sites de nossos anunciantes.

Letra da Música:

Fontes:

Mais sucessos dos Novos Baianos

Acabou ChorareO disco de maior sucesso do grupo Novos Baianos foi, sem dúvida, ”Acabou Chorare”, gravado em 1972, eleito pela revista Rolling Stone (Brasil) como o melhor disco brasileiro de todos os tempos.

Uma das músicas desse álbum, que marcou época, é “Besta É Tu”, composição de Galvão, Pepeu Gomes e Moraes Moreira.

Ouçam abaixo a gravação original da música e vejam, depois, um vídeo retirado do DVD de Marisa Monte com parte do grupo.

Gravação original
Marisa Monte e Novos Baianos

Outro grande sucesso desse mesmo álbum é a faixa título, “Acabou Chorare”, composição de Galvão e Moraes Moreira.

Abaixo postamos a gravação original da música e uma apresentação de Moraes Moreira em um show em 1997.

Gravação original
Moraes Moreira e Pepeu Gomes

O grupo Novos Baianos, que durou de 1969 a 1979,  contava com Moraes Moreira (compositor, vocal e violão), Baby Consuelo (vocal), Pepeu Gomes (guitarra), Paulinho Boca de Cantor (vocal), Dadi (baixo) e Luiz Galvão (letras) entre outros.

Mais um disco do acervo do The Point Carioca.

Letras das Músicas:

Fontes:

  • Wikipedia
  • YouTube
  • Letras.terra.com.br