O verdadeiro Brasil Pandeiro

Novos Baianos Eu também achei a cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016 um grande show. Belas coreografias, bela iluminação, belos efeitos e bons cenários. Entretanto, na parte musical, não vi muita lógica.

A não ser que o objetivo do show musical fosse demonstrar uma “guinada política” para a esquerda, a escolha de Caetano Veloso, Anitta e Gilberto Gil cantando “Brasil Pandeiro” não me agradou.

Se era para Caetano cantar, deveria cantar “Menino do Rio”. Da mesma forma, Gil deveria se limitar a cantar “Aquele Abraço”. Anitta, poderia ser dispensada, assim como Ludmila. Marcos Valle seria uma excelente escolha, pois “Samba de Verão” é conhecida mundialmente, contando com mais de 80 diferentes versões em diversas línguas.

Os verdadeiros cantores, que na década de 70 revitalizaram a composição de Assis Valente, são os Novos Baianos. E esse grupo é que deveria interpretar a canção.

Em 1940 Assis Valente compôs “Brasil Pandeiro” especialmente para Carmem Miranda, mas ela não gostou da música e resolveu não gravar. Anos depois, o grupo Anjos do Inferno gravou a canção, alcançando sucesso.

No ano de 1972 o grupo Novos Baianos regravou a música no álbum Acabou Chorare, sob a sugestão do mentor do grupo João Gilberto. Relembrem:

A gente sabe que em Copa do Mundo e em Jogos Olímpicos a política sempre interfere. E, como sempre, para o pior.

The Point Carioca - Blog

Clique em CURTIR e Compartilhe.

Playing for Change (versão brasileira)

Brasil PandeiroO projeto 4 Cantos, versão nacional do Playing for Change, reuniu talentos de todas as regiões do Brasil.

Uma das gravações do projeto é “Brasil Pandeiro”, de Assis Valente, que foi um dos grandes sucessos dos Novos Baianos na década de 1970.

Vejam e curtam essa bela música, interpretada por gente de todo o Brasil.

The Point Carioca

Assinem e Compartilhem nosso Blog.

Letra da Música:

Fontes:

E o Mundo não se Acabou

Bem, deixei este post programado para o dia de hoje e, se foi publicado, mostra que o mundo não se acabou na data de ontem, conforme previsão dos Maias.

Assis ValenteE para mais uma vez comemorar a continuidade de existência desse nosso Mundo maravilhoso, vou postar uma composição de Assis Valente.

José de Assis Valente (Santo Amaro, 19 de março de 1911 – Rio de Janeiro, 6 de março de 1958) foi um compositor brasileiro, levado ao suicídio por dívidas. É conhecido por compor diversos sucessos para Carmem Miranda, além da canção “Brasil Pandeiro“, que foi recusada por ela, mas tornou-se um imenso sucesso com os Anjos do Inferno e principalmente os Novos Baianos.

Em 1938, Carmen Miranda lançou o samba-choro “E o mundo não se acabou“, uma perfeita crônica sobre o fim do mundo, devido à  possível colisão do cometa Halley com a Terra.

Vejam o vídeo de Paula Toller interpretando esse sucesso, regravado em 2008, com a letra “um pouco alterada”:

Em Março de 1958, desesperado com as dívidas, Assis Valente vai ao escritório de direitos autorais, na esperança de conseguir dinheiro. Ali só consegue um calmante. Telefona aos empregados, instruindo-os no caso de sua morte, e depois para dois amigos, comunicando sua decisão.

Sentando-se num banco de rua, ingere formicida, deixando no bolso um bilhete à polícia, onde pedia ao também compositor e amigo Ary Barroso que lhe pagasse dois alugueres em atraso. Morria às seis horas da tarde. No bilhete, o último “verso”:

Vou parar de escrever, pois estou chorando de saudade de todos, e de tudo.

The Point Carioca

Assinem nosso Blog.

 

Letra da Música:

 

Fontes: